sábado, 20 de novembro de 2010

Dos dias bons



Silêncio.
Para me entender melhor.
Solidão.
Para tirar férias em mim.
Distância
Para lembrar do que (de quem) seja verdadeiramente relevante.
Orar
porque tenho o que agradecer, pelo que chorar e do que me arrepender.
...

Hoje, e por muito tempo, é proibido me roubar de mim. Impedir minha doação às efemeridades, porque nelas sou mais feliz. Sem reboliço, sem excessos ou exaustão.
Fase intimista. Nada de super população no pensamento, mas, num intenso flerte com a serenidade.

7 comentários:

Franck disse...

Tbém ando numa fase de silêncio e solidão...e saudoso de seus escritos!
Ainda a espero por aqui, para tomarmos um porre e uma tarde na praia...
Bjs*

O Antagonista disse...

Acho que também to precisando de um tempo assim!
Valeu!

alguém disse...

Bom te ver pensando em você.

Poeta del Cielo disse...

serenidade.. calma paz ela que ajuda a formar nuestro espiritu y ajuda a dar paz al coracao

saludos
abracos
otima semana

Confissões de uma borboleta disse...

Um tempo só seu...
Espero que o silêncio te dê as respostas. Beijos

Julio Cesar disse...

:!
JLM

Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Oi Querida,
Acho super importante esse fechado pra balanço que temos que nos dar de vez em quando! E adorei o texto! Poético!
beijocas,
Mari