quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Italianissimo

Quando tudo ao meu redor anda desinteressante e 'monocromático'.
Quando nada fala sobre mim e como me sinto, não resisto e fujo.
Busco um pouco de paz. Um silêncio que possa vir de dentro. Algo entre as idéias e o coração.
Desligo do mundo pra tentar me encontrar...
 ...
Mas por aqui só há você


Atrevessiamo!

6 comentários:

Julio Cesar disse...

Oi M.,

...aqui, o que há de mais interessante é ver você em 'quase' tudo que me cerca. "Quase" pois a intensidade maior transformou uma região em 'nossa' varanda! Querer estar com você basta-me (além de acordar e estar com minha consciencia, em pleno pensar no: seu sorrir, seu riso, seu olhar, seus gestos, sua entonação, e verbalização de certas palavras (que há nós conferimos como sotaque, que neste caso é mais teu do que regional), teu perfume...) sair da universidade e seguir caminhando pelas ruas que circulamos. Sim, sabes que tenho 'esse poder' quase surreal de fazer uso do 'material' como "insaite"(insight)[sic]para evocar memórias.
Calçadas, lojas, cabelereiros, restaurantes... e principalmente por serem esses lugares do cotidiano, de meu atual cotidiano, e não pontos exclusivamente turisticos (ainda que também por esses tenhamos passados). Minhas longas, kilometricas sem força de expressão, caminhadas que fazem meu rosto sorrir com um riso interno enquanto meus passos compassam minhas lembranças 'daquele episódio "Galinha Morta"', risos...
Ah, sim... antes eram apenas as musicas (como uma que rola aqui do David Bowie, balada romantica), como em especial uma do The Korg e outra dos Beatles: Old Brow Shoe(em especial) que mareavam-me e desconectavam-me do mundo colocando-me junto de meu finado irmão enquanto rolava...
Sim, hoje as 'musicas' ganharam 'novos parceiros'...e aliás, ela, a musica, nem sempre esta presente, mas torna-se, principalmente 'a tua trilha sonora' quando respiro e vivo voce ao meu lado todos os dias.
Insano?...ah, sou. Claro! Eu Amo. Amar é insano (não?). O nosso leva o melhor 'tempero'.
E como A-DO-RO ser INSANO.
Insanidade que me faz feliz por poder viver fora desse caleidoscópio urbano e engessado, com figuras inexpressivas e monocromáticas (siiim).

Por aqui? ...seja no meu quarto, nas 'minhas ruas', na minha alma (o meu coração está contigo), só dá você.

"Eco...Io no tenho 'curlpa', per que Io, 'ti amo'.

JLM

Julio Cesar disse...

Nota: 'aqui' a que se refere a primeira palavra da primeira linha do comentário é São Paulo, não o blog.

Anne disse...

O que dizer depois de uma declaração dessas? Que o casal é lindo? Vcs já sabem! Que transmitem o amor em cada palavra? Tbm já sabem!
E saibam tbm que desejo a vocês todo o amor que há nesse mundo, sempre maior, mais belo...
Beijos M. te ligo mais tarde, tá?

Amanda Lourinho Braga disse...

Oi Mônica, nossa que Passione, kkk. Como estás. Olha Queremos marcar pra domingo tá, acho que a Anne já deve ter dito a você, vamos ver se dá certo, vai pensando logo num lugar tá bom, beijos.

Confissões de uma borboleta disse...

Linda sua paixão Mônica.
É impressão ou vc assistiu Comer, rezar, amar? É lindo.
Beijos

Carlos Augusto Matos disse...

Lindissimo...

Bjuxxx