terça-feira, 5 de outubro de 2010

Para quem desabrochou: Tulipa

Ainda que eu me esforce para expressar o quanto fui feliz. Inteira. Sua.
Ainda que eu rememore todas as sensações que me deixaste na pele e alma.
E tudo, e muito, ou o quanto for o esforço para extrair de mim uma verdade essencial dos dias em que te tive.
Só você. Apenas você sabe e registrou o dado momento do meu êxtase por uma nova e melhor existência.
Concordo que eu não poderia ser outra coisa que não uma menina maravilhada com tudo o que eu acabara de descobrir sobre mim. Talvez porque  já sabia e queria tantas coisas sobre nós.
Não temo mais ser assim tão pura, tão inebriada pelo o que desconfio que seja amor.
O que vivi só serviu para que eu reconhecesse que nunca havia me encontrado antes de me doar a você.
Fico, fico, fico.

MLJ


"Como uma estória que invento o seu fim
quero inventar um você para mim
vai ser melhor quando te conhecer.
olho no olho e flor no jardim
flor, amor, vento devagar
vem, vai, vem, mais"
Tulipa Ruiz- Do amor



6 comentários:

Franck disse...

Moça da cidade das mangueiras, por onde tens andado? O que tens feito? Saudades...é o amor? A paixão? Ou a espera dele?
Beijos de uma noite de terça!

João Gilberto disse...

Esse texto e esses versos adoçaram a noite da minha terça-feira. Parabéns doutora.

Franck disse...

Vc esteve em São Luís e nem me procurou? Esqueceu da nossa água na praia? Da nossa caipirosca? Na proxima visita, mande um sinal de fumaça...
Abçs!
PS: Que o amor seja sempre uma constante! Feliz por vc!

Carolina disse...

Hummm inspirador este texto.
Quando alguém se encontra com outro alguém especial, deve ser este o caminho traçado.

bjão

Julio Cesar disse...

Oi M.,...ainda que EU me esforce o que sinto e o que quero é sempre ir mais...além...descobrir que o limite não existe, sim, porque com você é assim, intenso, criativo, forte, inebriante...
...e para (e por) tanto, dispo-me:

Amor, minha Paixão...tu és inestimável! ...tenho contigo o que antes apenas minha alma idealizava e que a mim estava 'distante'(irônico isso...).
A minha 'loucura' referida por tantos é por mim meu maior ato de sanidade, pois insano seria ignorar o amor...meu, teu, nosso! Insano seria deixar de permitir que nós vivessemos todos os dias que se seguiram desde que exalou o primeiro ar no meu caminho, ainda que em bytes. Insano seria não aproveitar minhas noites e 'perde-las' em sono profundo, porque meu maior sonho vivi todos esses dias acordado ouvindo-te e percebendo claramente que 'tal' sonho é real...é minha vida..é você.
Ah...que bom que 'outros olhos' me veem (ou a ambos) como insanos...fico feliz de estar descolado dessa massificação que quer ditar a forma que devemos viver, amar...sentir. Sim...Tim sem Fronteiras... e é assim que fazes com que meu coração pulse por minha alma... unido a ti tendo o universo como nossa morada.

Nâo se acanhe de 'ser o segundo' maior estado da federação, porque ÉS o Meu maior estado de SER.

Ah..Tulipa... emabala a história que não é invento(tão pouco acaso).
'Nossa linguagem' brota, sem pensar, marcando 'aconteceres' que vão decorando nossos dias como desenhos em paginas de um diário. Antes de seu inventar do meu eu para ti, antecipo-me em criar e recriar-me para ti...fazer-me para voce, a partir de minhas essencias, do que me constitui, em um EU totalmente SEU.

[Fogos?...sim...somente um amor como o seu, uma alma como a sua para conectar-me em tempo real com emoções de sua vida.]

Fogos? ..sim...ouço, e estou aí...afinal, minha 'loucura' é meu passaporte para poder transportar-me para onde quer que eu deseje estar, o que quer que eu queira sentir, em que preconceitos e valores cristalizados por uma sociedade que adoece em nada me sinalizam. Posso ajoelhar e brincar de carrinho com ele, dançar até o que não sei dentro de uma movimentada loja, beijar o celular o palma de minha mão, brincar com minha percepção e sensação, explorar meu SNC e SNP... porque a unica coisa que me envergonha é não ter a corargem de ser humano.

como não? como sim, Eu Te Amo.

...e muito.
JLM
PS:cada uma de minhas petalas repousam em suas mãos.

Sentimentalidades-Todas disse...

Julio!!!!

Amor, amado. Meu!!!!
Sou mais Mônica justo por te er tão perto do coração.
Ahhh, mas como a pele quer te-lhe também!

ETA
MLJ