segunda-feira, 17 de março de 2008

Ontem fez o hoje assim...


Não sei ao certo, mais parece que não sou a única nem a menos incostante nesta vida. Ora rir, ora chora. Ora ama, ora nem tanto. Arrependimento. Culpa. Cafajestice. Bipolar???


Às vezes desejo muito saber as reais motivações do outro, saber sobre o que lhe vem a mente. Ai me lembro: Cuidado, seus sonhos podem virar seus piores pesadelos. Já imaginou nunca ser surpreendida???


O que se quis dizer quando não se escreveu aquele vocativo? O que significou não mais querer vê-lo por ter sido demasiadamente bom?


Minhas dores são cada vez menores em sua intesidade. A cada nova espera, a cada nova desilusão, me revisto de algo capaz de atenuar minhas perdas, que, no entanto, me faz perder o viço do olhar dos ingênos, dos crédulos. Acho que era disso que os amores do passado falavam: Cadê seus sentimentos, menina????


Agora mesmo olhei para o celular. Pensei em ligar, mas, para dizer o quê? esperar o quê? Na dúvida, não se precipite ou crie situações que não são do seu desejo. E o desejo, sempre ele me rondando....


Passado o momento de lucidez, continuei a pensar nas frases possíveis... hahaha. Só eu para me expor desnecessariamente.


- Melhorou? Tudo legalzinho hoje????


Tudo, tudo legal para quem não possui a real dimensão da enrrascada em que pode se meter....


Desejo, mas me contento com o que houve. Lembranças são boas companhias. Eu sei que este apreço é pelo fato delas não me serem ameaçadoras. Não machucam, não deformam atitudes e intenções.


Sem mais o que pensar, fico feliz pelo significado deste passo. A cada novo dia, o caminho de volta fica mais improvável e distante. Amém!!!!!



3 comentários:

Mariana, perdida em si mesma disse...

O caminho de volta, só você pode saber se é bom ou não. Se dizes amém e segues em frente, acredito então que acreditas ser o melhor para ti.
que o caminho à frente seja de evolução, e que o de trás não deixe saudades.

Abraço

Sentimentalidades-Todas disse...

Mariana....

Ah filha, como quero que o passado só deixe brisas de fim-de-tarde....
que ele não seja capaz de mobilizar nada mais que risadas...
Sei que estou neste caminho...

Bjos!!!

Adriana disse...

Querida, desencana!

Deixa de frescura e segue em frente. Dúvidas, medo, inseguranças, sempre haverão.

Permita-se , mas não só na teoria. Pratique permitir-se.

Bjs.