terça-feira, 6 de julho de 2010

Mais uma dose de incerteza

"Eu sei que você vê tudo o que eu faço
Eu sei que você lê tudo o que escrevo
Escrevo pra você!!!"
(Ludov )


Ser observado tornou-se uma condição peculiar na modernidade. Nunca mais anônimo. Nunca mais desapercebido. E são muitos os olhares percorrendo a extensão do ser e do fazer.
Te pergunto, porque há quem insista em não querer ver o que se agita diante dos olhos?

11 comentários:

Franck disse...

Será que vc está mandando as mensagens pelo canal certo a essa pessoa?
Que bom que voltastes!

Franck disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo Martins disse...

Eu prefiro que me lêem, que vejam o que faço... Nem preciso de rosto para isso. Ou preciso?

Carlos Augusto Matos disse...

Meus olhos te procuram, mas vc insiste em se esconder deles...

Bjuxxxx no coração!

Sonhos e Devaneios disse...

eu tambem mando minhas mensagens para um pessoa que as le mas nao as compreende por que esta pessoa nao tem os olhos envolvidos pelos meus.....como se o conteudo do que enviasse nao chegasse a esta pessoa.Uma pena pois as palavras carregam sentimentos.
beijos joao

Felipe Sanches disse...

máscaras. muitas são bonitas, outras tantas muito incômodas.

gostei do blog, ganhaste um fã!

zierley jardim disse...

grato pela visita no meu espaço e pelos elogios imerecidos.
abraço.

Julio Cesar disse...

Oi M...
Hoje me resta tempo para falar apenas sobre a primeira 'metade' do post:

"Eu Leio por Você. E o que eu leio me transforma."
bjs
Julio

Mazane disse...

Nem fala com esta modernidade, tudo que se faz pode estar sendo fotografado, filmado...
Estamos sendo observados...

Mazane disse...

E também somos observadores claro!!!

Lily disse...

Eu escrevo para mim, para me sentir mais leve, mas seria hipócrita se negasse que a palavras, ou todas elas, sempre têm destinatários... acho que é a minha forma de gritar com bastante falta de educação numa festa bem formal, gesticulando, acenando, pedindo bem alto outra pro garçom.
Sabe que isso até me inspirou... vou pensar a respeito, vai virar texto...rs.