terça-feira, 15 de junho de 2010

Nessa noite...

...ela se vestiu de preto brilhante trasnparente para agradá-lo.
Lambuzou o corpo com vontades, carinhos e um pensar distante disfarçados de odores.
Essência. rios
Na impossibilidade momentânea de se dar de corpo, ela pensou em se dar de cheiro.
Ele vai gostar. Ele nunca a decepciona. Ele é seu número.
Numa noite dessas, ela ouviu que serão felizes, do modo louco deles, mas serão.
E contrariando todo a razão e seus medos, ela acreditou.
Como gostaria de começar tudo de onde pararam essa tarde. Agora é a vez dela. Doce vingança prepararia para ele. Ou, se deixaria a sua mercê. Ele gosta. Ela também.
Contando os dias para que ele se torne sua pátria. Um continente inteiro. Contê-la.
Dessa vez, ela promete que não dará defeito e não recusará seu convite: Desce, Amor!
- Oh se desço!


5 comentários:

[ rod ] ® disse...

Que o amor viva no gozo das palavras ditas ao pé do ouvido... bom texto moça.. bjs!

Franck disse...

E eu que vivo a mercê dos cheiros, cores, sabores, toques... Quem resiste a essas seduções? Ele resistirá?...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a carne está aqui neste texto nua e viva

Rico Salles disse...

Oi, vim conhecer e gostei muito do blog. Bj!

Julio Cesar disse...

Oi M*****, tudo bem?...então, enviei um presente pra ti, espero que goste...não tenhas o gesto por pretenção, mas por tudo que disse em V&S e Iris, ok?
O que mais fez falta mesmo foi poder estar a mesa realmente junto de amigos e/ou amigas...ou derepente estar apenas com uma amiga mesmo, somente e ter uma daquelas noites pautada por ene assuntos, como uma revista. Rir...cantar junto com a banda ao vivo, relembrar...até deixar-se transbordar no que nos foi dado para ver e ampliamos para 'dizer'. comentar sobre a batata....torrada ou murcha, ou o a massa da pizza, ou como o temaki 'daqui é fantástico'...enfim, o que nos permeia em verdade tornar-se-ia em recheio de conversas despojadas, beirando o erudito, sem pretenção 'cabeça'...e percebermos com isso o quanto é demais estar com um amigo. Acho que é muito melhor do que quem busca estar 'apenas' com a namorada(o). A vantagem de não estar namorando é poder contar com a possibilidade de muitos amigos, já que o mesmo não se aplica. Melhor, o amigo se insere e deve ser inserido na relação de amor (um amor que também exista 'aquela' p... amizade)...mas não dá para inserir o namoro nas amizades por aí...rs...(alguns até tentam...rs...e que 'confuza' causam!)
como afirmei no email...seguem linhas meus coments...rs... porque meu coração as vezes parece um chihuahua...rs...
bm...te aguardo por lá quando quiser e puder...e estarei respondendo aos coments por lá mesmo, ok?
beeejo